Estratégias de Prospecção na Web

Estratégias de Prospecção na Web

150 150 Sandra Turchi

Os resultados de qualquer campanha publicitária serão proporcionais ao tempo investido na elaboração de sua estratégia. Muitas vezes observa-se um fracasso obtido com o uso de ferramentas de marketing digital, mas quando se aprofunda a análise percebe-se que não foi feita uma etapa anterior de planejamento.

As estratégias de marketing digital tem se mostrado eficazes em muitos negócios, tanto para aqueles totalmente on-line, como para os que se utilizam de múltiplas plataformas de atendimento, cruzando o varejo físico com a loja virtual.

O que é importante notar é que há diferentes estratégias que podem ser aplicadas a cada negócio. Há casos em que a internet colabora no esclarecimento de dúvidas na etapa pré-venda, como no caso de automóveis, em que quase 80% das compras passam antes pela web, mas muitas delas são fechadas nas concessionárias, em que o cliente chega mais definido sobre o que deseja e isso acelera o processo de atendimento. O mesmo vem sendo ocorrendo com os eletrodomésticos.

Outro exemplo é quando o negócio está relacionado à educação, nesse caso, é bem provável que os investimentos na web já sejam equiparados aos investimentos off-line, isso porque nesse segmento, a web é um canal excelente para atrair o público-alvo, esclarecer dúvidas e já direcioná-lo para o campo de inscrições dos cursos. Mas, para obter esses bons resultados é necessário testar canais específicos dentro dos portais e estabelecer uma estratégia de relacionamento com o prospect, que pode envolver mobile marketing, envio de email marketing com link para tirar de dúvidas, etc. Depois medir todos os passos dos interessados, desde quantos receberam o impacto gerado pelas ações até o final, nesse caso, a inscrição efetivamente.

Portanto, o planejamento deve considerar o perfil do negócio e do público-alvo. Quanto mais jovem, mais deverá ser considerado o uso de internet, pois 67% dos jovens na faixa etária entre 10 e 17 navegam, o que significa que, para falar com esse target deve-se elaborar uma campanha digital. Além disso, esse é um público que costuma estar ligado em diversas atividades ao mesmo tempo, ou seja, enquanto está preparando um trabalho para a escola, está conversando com amigos no MSN, postando no facebook e, muitas vezes, com o fone de ouvido ouvindo seu ipod.

Simplesmente não é bom negócio ficar de fora do marketing digital para atingir determinados segmentos, essa é uma regra que vale a pena aprender logo, antes que seja tarde demais.

11 comments
  • Olá Sandra,
    parabéns pela visão e posicionamento nos textos.
    Trabalho com o Conrado Adolpho e vejo que vocês tem uma postura frente ao Marketing Digital muito congruente.

  • Cara, acompanho vc no twitter e agora tb no seu blog. E já Assisti palestras suas como jornalista.

    Muito bacana, o conteúdo e as dicas. Vou repassar a um grupo de mulheres empreendedoras que trabalho na FGV.

    Bacana.

    Ana Fontes
    Diretora do ElogieAki
    http://www.elogieaki.com.br

    • Olá Ana,
      É uma honra tê-la como seguidora.
      Gostaria de conhecer mais sobre o Elogieaki. Quem sabe podemos conversar para até vc palestrar.
      Me passe seus contatos.
      Um abraço,
      Sandra

  • Sandra. O que você sugere como estratégia de marketing digital quando uma empresa atende apenas ao ramo B/B?

    • Cara Ana Paula, esse assunto é muito vasto para apenas uma troca de emais, sem conhecer o setor da empresa, e tudo mais. Sugiro que vc dê uma olhada com atenção para as estratégias de SEO e SEM, pois terão boa aplicação no seu caso. Indico os livros da Profª Martha Gabriel, que são excelentes para isso. Abs, Sandra

Deixe um comentário