Competências e habilidades para uma nova era digital

Competências e habilidades para uma nova era digital

A tecnologia tem se mostrado cada vez mais uma grande divisora de águas nessa nova era digital e isso também impacta nas transformações de aspecto profissional. A forma como as pessoas se comunicam, a maneira como lidam com as inovações, aplicativos e os hábitos de internet estão em constante mudança, provocando uma quebra de paradigmas que afetam as relações entre os seres humanos e as máquinas

E por trás de todas essas transformações, que estão ressignificando o modelo de trabalho, está a nova era digital. No mundo pós pandemia, essa transformação será ainda mais evidente. Hoje, já é possível perceber que essas mudanças cobram empresas e profissionais por uma atualização constante que não os deixe à margem do mercado. O futuro disso tudo será uma intensificação no uso de inteligência artificial e dados, que já fazem parte de muitos negócios.

O crescimento da tecnologia impulsiona os profissionais a encararem uma mudança de perfil e postura para se adequarem a uma nova realidade.

As marcas estão investindo no uso de dados que são gerados diariamente pelos consumidores. Essas informações são fundamentais para entender o comportamento dos seres humanos. E para lidar com os dados, serão necessários cada vez mais profissionais habilitados para analisar e transformar os dados em informações.

Dentro desse aspecto, as profissões ligadas à análise de dados, inteligência artificial e outras tecnologias requerem profissionais preparados para atuar em um mercado cada vez mais disruptivo. A inteligência artificial irá excluir centenas de milhares de pessoas do mercado de trabalho nas próximas décadas, por outro lado, muitas vagas surgirão para preencher uma demanda que está cada vez mais crescente. De acordo com o relatório do Fórum Econômico Mundial, produzido em 2020, 97 milhões de novos empregos relacionados às transformações tecnológicas serão criados até 2025.

Além das habilidades técnicas, que já estão presentes no dia a dia dos profissionais que atuam nessas áreas, as profissões do futuro vão exigir habilidades comportamentais, uma vez que a massificação da IA e o uso de robôs para atividades corriqueiras vão substituir aqueles profissionais que não estiverem preparados para essas mudanças. Na era digital o profissional terá que ser híbrido e saber como pensar e não mais o que pensar.

Por isso que o trabalhador do futuro terá que se desenvolver tecnicamente, porém, a velocidade das mudanças será tão grande que essas habilidades terão prazo de validade curto, ou seja, esse profissional vai ter que estar em constante transformação de aprendizagem

O que é possível tirar de lição desse cenário atual é que o conceito de aprendizagem não será mais suficiente para se garantir nas funções do futuro. Para se adequar ao novo mundo, as empresas irão atrás de profissionais que têm perfil de aprendizado com facilidade de adaptação às mudanças, que possuem iniciativa, resiliência, capazes de aprender, desaprender e reaprender.

sandra turchi - blog
assinatura sandra turchi
Especialista em Marketing Digital e E-commerce, palestrante, professora e sócia-diretora da Digitalents.

Me acompanhe nas redes sociais:

CURSO

Personal Branding

Invista em sua marca pessoal

Estratégias com resultados para o seu negócio.

Marketing Digital Avançado

Estude na ESPM e seja um profissional de alta performance.